Dicas para cuidar da saúde mental durante as festas de fim de ano

Dicas para cuidar da saúde mental durante as festas de fim de ano

As festas de fim de ano são um momento de alegria, celebração e união, mas também podem ser um período desafiador, que aumenta o estresse e faz muitas pessoas refletirem. Especialmente para as pessoas que vivem distantes da família, seja em outro estado ou até mesmo em outro país. Essa distância pode contribuir para sentimentos de depressão e saudade de casa.
Durante essa época também aumenta as memórias das pessoas que nós amamos e que não estão mais aqui conosco.
Além disso, tem a pressão financeira para comprar presentes e fazer uma comemoração com pessoas na sua casa.

Esse ano pode ser diferente para você que está lendo esse texto no site.

Vamos abordar os fatores que levam à esse mix de emoções e falar sobre as dicas para cuidar da saúde mental durante as festas de fim de ano.

A tristeza e as lembranças:

É importante enfatizar que sentir tristeza e honrar essas emoções é super normal, mas o excesso afeta a saúde mental. Não há problema em reservar um tempo para refletir sobre o passado e relembrar os bons momentos compartilhados com a sua família e pessoas especiais. Essas memórias podem trazer uma sensação de conforto e conexão, mesmo que também gerem tristeza.

Porém, em meio à tristeza, também é importante buscar apoio e conexão com familiares e amigos que estão presentes em sua vida. Você deve focar nas pessoas que dão importância a sua existência.

Entrar em contato com aqueles que você gosta e dizer como você está se sentindo. Compartilhar suas emoções pode proporcionar consolo e uma sensação de compreensão. Outras pessoas podem ter experimentado sentimentos semelhantes e podem oferecer apoio e companheirismo durante esse período.

Alguns fatores que afetam a saúde mental durante esse período:

 • Nostalgia, Saudade e Tristeza em excesso: 
Tudo em excesso é ruim. Você muitas vezes sente uma profunda saudade da presença dos seus entes queridos durante o ano todo, mas parece que a saudade aumenta nessa época. As memórias de celebrações passadas e as tradições compartilhadas com aqueles que não estão por perto podem intensificar sentimentos de nostalgia e saudade. A tristeza é tanta que pode agravar o seu quadro de depressão.

• Significado cultural: 

Os feriados têm um imenso significado cultural e, quando você não consegue celebrar com as suas famílias, isso pode levar a uma sensação de desconexão das suas raízes e tradições culturais.

• Luto:

As festas de fim de ano podem servir como um lembrete do luto, um momento desafiador para você que ainda está passando por esse processo. A ausência das pessoas que você ama pode desencadear sentimentos de tristeza, solidão e até culpa.

• Falta de Dinheiro
Você não ter as condições financeiras para fazer o que você gostaria ou o que sempre fez durante as festas de fim de ano.

Você cuida da sua saúde mental durante o fim de ano?

Para quem respondeu que não, eu gostaria de lembrar que é importante priorizar a saúde mental e honrar as memórias!Reconhecer os desafios enfrentados durante essa época é mais do que necessário.

Aqui estão algumas dicas para você passar por este período com cuidado e compaixão:

1. Crie Rituais de Lembrança:
Estabeleça rituais significativos para homenagear e lembrar das pessoas que você ama durante as festas de fim de ano. Crie uma caixa de recordações ou compartilhe histórias e memórias com sua própria família para manter viva sua presença.
Acenda uma vela aromatizante ou de sua preferência e converse com Deus.

2. Procure apoio:
Procure ajuda profissional. Faça terapia para te ajudar a navegar essas emoções.

Entre em grupos de apoio ou serviços de aconselhamento especializados em luto e perda. Conectar-se com outras pessoas que passaram por perdas semelhantes pode proporcionar conforto e validação.

Caso você não tenha rede de apoio, ou que a sua rede de apoio não esteja disponível, você pode desabafar no Mural dos Pensamentos aqui site. Espaço seguro para você expressar o que está sentindo sem nenhum julgamento por que os pensamentos não exigem identificação.
No mural você pode escrever, mandar áudio, vídeo ou foto.

Sinta-se a vontade para expressar o que você está sentindo.

3. Compartilhe histórias e tradições:
Compartilhe histórias e tradições do seu país de origem com sua própria família nos EUA. Ao transmitir esses costumes, você pode manter vivo o espírito das pessoas que você ama e criar novas memórias com sua família atual.

4. Pratique o autocuidado:
Procure fazer atividades de autocuidado que promovam o bem-estar emocional. Isso pode incluir escrever em um diário, praticar a atenção plena, e praticar exercícios físicos.

Fazer terapia também é uma forma de autocuidado. Você tem a oportunidade de conversar com um profissional sobre você, pode processar tudo que está acontecendo na sua vida e navegar pela sua ansiedade, depressão ou luto.

Baixe também gratuitamente a lista de 20 dias de autocuidado

E-mail(obrigatório)

5. Não perca contato
Utilize a tecnologia para ficar conectado com sua família e amigos que moram longe. Agende videochamadas, compartilhe memórias e participe de celebrações virtuais para manter um sentimento de conexão e inclusão.

Imigrantes

Para os imigrantes que vivem em outro país como eu, estes sentimentos podem ser particularmente mais intensos devido à separação das suas famílias e a dificuldade de ver as pessoas do seu país de origem com frequência. Lembrando que tem imigrantes que infelizmente não podem retornar ao seu país pela falta de documentação e com isso agrava o sentimento de solidão e impotência.

O imigrante também enfrenta a barreira linguística caso não fale o idioma. Muitas pessoas vão morar em outro país mesmo sem saber a língua.

A dificuldade de falar ou entender uma língua diferente não ajuda na interação. E com isso o imigrante muitas vezes sofre para interagir com outras pessoas e participar das festividades de fim de ano. Essa falha na comunicação pode trazer mais sentimentos de solidão e isolamento.

Todo imigrante deve priorizar a sua saúde mental!

O imigrante precisa reconhecer os desafios únicos enfrentados quando toma a decisão de se mudar. Principalmente se é uma pessoa muito grudada com a família e amigos.

Alguns cuidados são importantes durante essa época do ano:

1. Reconheça e valide as emoções:
Reconheça que é normal sentir saudades de casa e da família e das tradições culturais. Permita-se lamentar e processar essas emoções sem julgamento.

2. Conecte-se com outras pessoas:
Procure comunidades e redes de apoio que compreendam e tenham empatia com as suas experiências como imigrante. Participe de atividades e eventos que celebrem sua cultura e proporcionem um sentimento de pertencimento.

3. Abrace novas tradições:
Embora seja natural desejar tradições familiares, considere abraçar novos costumes e práticas no país que você está vivendo. Isso pode ajudar a criar um sentimento de pertencimento e conexão com o ambiente atual.

4. Aprenda a língua do país anfitrião:
Estudar a língua do país que você está morando ajuda a sua comunicação, dá mais oportunidades de interação e pode até elevar a sua carreira profissional.

5. Fique conectado:
Utilize a tecnologia para ficar conectado com sua família e amigos em casa. Agende videochamadas, escreva e-mail ou carta, compartilhe histórias e participe de celebrações virtuais para diminuir a distância e manter um senso de conexão.

6. Crie um espaço para lembranças:
Reserve uma área especial em sua casa com fotos ou lembranças que lembrem as pessoas mais importantes da sua vida. Reserve um tempo para refletir sobre as lembranças felizes compartilhadas durante as celebrações de feriados anteriores.

Lembre-se de que você não está sozinha (o) em suas experiências e pedir ajuda é um sinal de força, não de fraqueza. Vamos tentar melhorar a nossa saúde mental e encontrar consolo nas ligações que criamos, tanto na nossa nova casa como com as pessoas que amamos e moram distantes.

E a pressão social durante o fim de ano? Como você lida com isso? 

Não é fácil gerenciar as pressões sociais nessa época. O fim de ano geralmente traz expectativas sociais, como comprar presentes, decorar elaboradamente ou organizar festas extravagantes. Contudo, estas expectativas podem criar uma pressão imensa, especialmente quando os recursos financeiros são limitados.

Aqui estão algumas estratégias para gerenciar as pressões sociais:

  • Estabeleça expectativas realistas:

Lembre-se de que o verdadeiro significado das festas de fim de ano reside na alegria de passar tempo com pessoas que você ama, e não em bens materiais ou celebrações extravagantes. Mantenha o foco na criação de experiências significativas, ao invés vez de se deixar levar pela pressão de gastar.

  • Abrace a simplicidade

Pare de comparar a sua decoração ou festa de Natal com outras, abrace a simplicidade e encontre alegria nos pequenos momentos. Participe de atividades que lhe tragam felicidade, como cozinhar, fazer artesanato ou passar bons momentos com sua família e amigos.

  • Não faça dívidas desnecessárias 
Você não precisa comprar roupa de natal e réveillon todo ano. Claro que gostamos de usar roupas novas, mas não vale a pena se você vai fazer dívida só para comprar roupas. Muita gente passa essas festas em casa mesmo, então a maioria das pessoas fazem isso por pressão da sociedade, para tirar fotos e postar nas redes sociais. Intercale as roupas entre um ano e outro, coloque um acessório novo, faça um penteado diferente para mudar o estilo.
Refleti sobre um vídeo esses dias onde um rapaz dizia que não iria mais se preocupar com roupa de natal porque o papai noel todo ano se veste com a mesma roupa e ninguém fala nada; o que não deixa de ser verdade. Simplesmente vivemos em uma sociedade capitalista que sempre induz o consumidor a comprar mais e mais. Ter sempre o modelo mais atual das coisas e a vida é muito mais que isso.
Se você tem dinheiro pra comprar, tudo bem! Mas jamais entre em dívidas com agiotas e bancos por um luxo bobo. E é inaceitável pedir dinheiro emprestado para amigo por causa disso!
Tenho a mesma opinião em relação à presentes. Não compre presentes se você não tem dinheiro. Não coloque no cartão de crédito se você não tem renda para pagar nas próximas faturas. Cartão de crédito deve ser utilizado com sabedoria para você ter crédito quando tiver uma necessidade.

Dicas baratas para interagir com a sua família e amigos durante as festas de fim de ano:

1. DIY Dia de Artesanato | Faça você mesmo
Reúna sua família e amigos para um dia de artesanato DIY. Escolha um projeto de artesanato simples e barato, como fazer enfeites de Natal ou ano novo. Como decorar canecas ou criar cartões personalizados. Forneça materiais e instruções e aproveitem o processo criativo juntos.

2. Dia de Decorar a Árvore de Natal
Reúna sua família ou amigos para decorar a árvore juntos. Cada pessoa leva um aperitivo ou bebida. Separe as decorações de natal, a playlist para tocar no fundo e cada pessoa coloca um ornamento na árvore. Essa dica permite que todos contribuam para a decoração da árvore. As crianças adoram!

3. Cozinha Natalina
Envolva as crianças para fazer bolos, biscoitos ou qualquer coisa da sua preferência. Chame a sua família ou amigos para decorar e deixar pronto para o natal.

Deixei várias dicas para você fazer nos meus destaques do instagram:
@ale.york
instagram.com/stories/highlights/17884151378974070/

 

4. Atividades ao ar livre
Aproveite a temporada de férias participando de atividades ao ar livre com sua família e amigos. Faça uma caminhada, faça um piquenique no parque ou jogos interativos. Essas atividades geralmente são gratuitas ou de baixo custo e proporcionam uma oportunidade de criar laços enquanto apreciam a natureza.

5. Maratona de Filmes
Planeje uma noite de maratona de filmes com sua família ou amigos. Escolha um tema ou uma série de filmes que todos gostem e crie um ambiente aconchegante com travesseiros e petiscos. Você pode assistir seus filmes favoritos e dar a chance de cada um escolher um filme também.

Dicas de Filmes
aleyork.com/saude-mental/dicas-de-filmes/

6. Ceia Comunitária
Ao invés de oferecer um banquete caro, organize um jantar festivo onde cada pessoa contribui com um prato. Atribua diferentes categorias, como aperitivos, pratos principais, sobremesas ou bebidas, para garantir uma variedade de alimentos. Isso não apenas economiza dinheiro, mas também permite que todos mostrem suas habilidades culinárias.

7. Amigo Oculto|Troca de presentes do Papai Noel Secreto
Ao invés de comprar presentes para todos, organize uma troca de presentes do Papai Noel Secreto.

Defina um valor que todos possam pagar, sorteie nomes e faça com que cada pessoa compre um presente para quem tirou.

Isso adiciona um elemento de surpresa e entusiasmo, ao mesmo tempo que mantém os custos gerenciáveis. Dessa maneira você não entra em dívidas sem precisar.

8. Aplicativos/sites gratuitos que você pode usar para organizar seu amigo oculto online, junto com seus sites:

Esses aplicativos/sites fornecem plataformas fáceis de usar em inglês para organizar trocas de amigo oculto. Basta visitar os sites para começar e aproveitar a tradição de dar presentes de Natal!


9. Seja voluntário em conjunto
Retribua à sua comunidade sendo voluntária (o) em conjunto durante o fim de ano ou em qualquer outra época. Encontre instituições de caridade, abrigos ou bancos de alimentos locais que precisam de assistência e passe um dia ou uma tarde ajudando. Isso não apenas fortalece o vínculo com a sua família e amigos, mas também traz alegria e significado às festas de fim de ano.

Criar memórias significativas e passar bons momentos com sua família e amigos vale muito mais do que qualquer presente.

Ganhar presentes é legal, porém não é tudo na vida. Não precisa ser caro para ser agradável. Ao adotar essas ideias baratas, você pode promover conexões fortes e aproveitar ao máximo as festas de fim de ano sem gastar muito.

Espero que você coloque em prática algumas dicas, cuide da sua saúde mental, comece criar memórias com a sua família e tenha um ótimo fim de ano.

Baixe as dicas baratas e mande para as pessoas que você ama para combinar o que vocês podem colocar em prática esse ano!

E-mail(obrigatório)

Boas festas!

Gostou das dicas? Compartilhe!